1.6.08

@ Como anda sua comunicação?




Coisa de criança? Negativo! A Fonoaudiologia é uma ciência que tem por objetivo o estudo da Comunicação Humana, o que atinge pessoas de todas as idades. No entanto, a sociedade dá um enfoque maior aos pequenos, afinal, que mãe não fica preocupada ao perceber que seu filho está demorando a começar a falar ou que fala de uma maneira que ninguém compreende?
Em relação aos adultos as coisas acontecem de uma maneira um pouco diferente. Normalmente a comunicação de uma pessoa adulta só passa a ser notada quando ela é gravemente comprometida como, por exemplo, nos casos de acidentes, afasias (derrame cerebral), mal de Alzheimer e outros. Mas e quando os problemas de comunicação não têm uma causa tão evidente assim? Nesses casos, a pessoa com dificuldade pode estar sendo chamada de anti-social, desatenta, desinteressada, baixo-astral e outras coisas mais...e tudo isso injustamente! E como somos todos contra a injustiça, que tal conhecermos um pouco mais sobre os “males” da comunicação humana e os seus efeitos em nosso dia-a-dia?
- Audição: exposição ao ruído, fatores genéticos ou algumas doenças podem fazer com que a nossa audição vá diminuindo ao longo do tempo. Como a mudança ocorre gradativamente, nós podemos não perceber essa deficiência. Desconfie se: as pessoas pedem a todo instante para que você diminua o volume do rádio ou da TV; se você fica irritado com barulhos que não incomodam aos outros; se as pessoas reclamam que você não as escuta.
Dificuldades de audição podem levar ao isolamento social. “Porque minhas amigas andam tão impacientes comigo?” Se você anda se fazendo essa questão com freqüência, atenção: talvez a causa não seja nem aquele comentário que você fez nem o dinheiro emprestado que ainda não devolveu, mas sim, as várias vezes em que elas são obrigadas a repetir a mesma coisa.
- Voz: uso intenso da voz (falar bastante), alterações hormonais, algumas doenças, stress e fumo podem deixar sua voz fraca e rouca. Nesse caso, são as pessoas que não te compreendem e você é quem deve repetir várias vezes. Você não consegue mais cantar na igreja, ler nos cultos, participar do bate-papo animado entre amigos? Que tal pensar em procurar ajuda para sua comunicação?
-Memória: são várias as possíveis causas de dificuldade da memória. E são várias as razões pelas quais uma memória ruim pode prejudicar a comunicação: “É a milésima vez que você me conta a mesma coisa”, “Eu já disse cinco vezes onde eu guardei a chave”, “Outra vez a mesma pergunta?” Escutar essas frases a todo instante não é agradável. Elas fazem com que a pessoa se sinta constrangida, intimidada, ferida. Não há comunicação que resista; basta uma intervenção dessas para que o desejo de falar seja substituído pelo desejo de se esconder do mundo.
E que pena que a solução encontrada pela maioria das pessoas com dificuldade de comunicação seja justamente a de fugir dessas situações. A comunicação permite ao homem aprender, ensinar, estabelecer relações, criar vínculos. Privar alguém de se comunicar pode significar privá-la de viver em sociedade, sendo que esse modo de vida é vital para o ser - humano. Portanto, se você apresenta ou conhece alguém que apresente alguma das características aqui mencionadas e que, por essa razão, esteja sofrendo mudanças em seu comportamento ou modo de vida, não hesite em esclarecer suas dúvidas junto a um médico ou fonoaudiólogo. Comunique-se hoje para comunicar-se sempre!